Loading gif Alterstatus
Loading...
X
Ligue-nos! +351 214 100 480 | alterstatus@gmail.com

Esquizofrenia

26 milhões de pessoas sofrem de ESQUIZOFRENIA. É uma doença psiquiátrica que tem de ser levada a sério. Tem tratamento!  É uma pena que mais de metade  das pessoas que sofrem de esquizofrenia  não o faça . Muitos nem sabem que este existe, outros não têm acesso a ele, e alguns recusam tratar-se porque  não conseguem entender que têm uma doença (acham que doentes são os outros...). Ainda há um número considerável que tem medo dos medicamentos usados na terapêutica - os antipsicóticos, que são absolutamente seguros, nem sequer causam habituação ou dependência..

Todos devemos colaborar alertando para estes factos,  de modo a que aqueles que são afectados por esta doença  possam ser ajudados a recuperar e ter muito melhor qualidade de vida.

A ESQUIZOFRENIA altera o modo como a pessoa  pensa, sente e age. Nem todos os que têm esta doença têm os mesmos sintomas pois há diversos tipos de esquizofrenia. E também há diversos graus de gravidade, no geral é sempre um caso sério se não for tratada. Cada pessoa é um caso único!

Normalmente o julgamento da realidade está alterado e é por essa razão que observamos comportamentos que consideramos estranhos. Eis alguns sinais de que a ESQUIZOFRENIA pode estar presente: 

  • - Mudança marcada na maneira de ser habitual
  • - Progressivos isolamento e introversão (já não convive como antes, refugia-se em casa)
  • - Preocupações marcadas com certas ideias que aos outros parecem bizarras
  • - Ideias de referência - encontrar significados especiais para o que de normal acontece,  e que tal terá  a ver consigo próprio.
  • - Conversa que é difícil de seguir ou compreender (parece que a pessoa se perde nos seus pensamentos, ou que é distraída por qualquer coisa interna)
  • - Sentimentos repetidos de desrealização.
  • - Incapacitação progressiva. Menor êxito na escola ou no trabalho
  • - Alterações do sono (normalmente insónia)
  • - Alterações do apetite ou da preferência por certos alimentos
  • - Comportamentos realmente fora do comum (olhar diferente, demasiado parado ou o contrário, muito inquieto, amedrontado; colecciona coisas imprestáveis, veste-se de modo bizarro, protege-se de perigos que os outros não se dão conta)
  • - Modificações dos sentidos, ou seja alterações de como as coisas são, se vêm, se ouvem, cheiram ou sabem
  • - Emoções desadequadas, inconsistente ou até apagadas

 

Qualquer pessoa pode vir a sofrer de ESQUIZOFRENIA. É comum iniciar-se na adolescência ou em jovens adultos.

É uma doença psiquiátrica tratável, e até quem a sofre pode ter uma vida normal mas exige que se tomem medicamentos durante longo tempo. Não tratada a doença progride e, além do sofrimento, impede  uma existência normal e autónoma.

Ao mesmo tempo deve existir tratamento psicoterapêutico, reabilitação psicossocial e treino ocupacional. Os grupos de auto ajuda são fundamentais. 

O pior mesmo é estigmatizar os portadores desta doença e deixá-los ao acaso, abandonados em casa, sem estímulos e sem apoio.

Na clínica ALTERSTATUS encontra soluções clínicas: psiquiátricas, psicoterapêuticas e de reabilitação para as pessoas com ESQUIZOFRENIA.



Voltar